sexta-feira, 13 de maio de 2011

Os lábios foram selados, o corpo entregue a uma frieza constante anoitecendo o libido, um coração trancado a chave de pontas afiadas, e la dentro um flagelo lançado.
A chave foi entregue ao príncipe imperfeito, há quem tinha um amor incondicional, que foi atrás de seus desejos num caminhar erróneo, esquecendo do amor que o lhe esperava.
O estremecido se foi com a chave consigo, um coração prisioneiro agora se afoga em amores irreais e tem uma falsa liberdade a pulsar.
Pena que o ontem nem mesmo pode ser tocado, agora alguém tem um abraço gélido e uma ferida fúnebre, que só a esperança e a mórfina amenizam as dores, esperança de que um dia ele volte, más apenas para entregar a 'chave' .

4 comentários:

  1. Vini, estou sendo sincero, eu particularmente não gosto de Blogs, mas o seu achei muito interessante, está de parabéns seu doidinho :3

    ResponderExcluir
  2. Como pode a cada leitura, algo surgi e assim mudar todo o contexto ? hn, parabens Vinicius rs

    ResponderExcluir
  3. Oie Sou Fábio Mariz do BLOG => Mariz.Moda , olhando aqui uns blogs, encontrei o seu, adorei assim que vi seu blog e já estou seguido, visite o nosso e seja um seguidor.

    #ABRAÇOS

    (http://www.marizmoda.blogspot.com)
    Siga-nos no twitter:
    @FabioMarizReal & @MarizModa

    ResponderExcluir
  4. Amei muito esse texto. Muito meu.

    ResponderExcluir